inconsistência leve

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Logorama - Uma crítica inteligente ao capitalismo

Essa semana, meu professor de redação nos levou um curta muito interessante para ser analisado. O curta aborda o capitalismo partindo da reflexão sobre a sociedade artificial que se faz presente nos dias atuais. Uma sociedade que pode ser considerada sem identidade. O consumo se tornou algo homogêneo e o diferente é cada vez mais raro de se encontrar. Todas as pessoas vivem as mesmas experiências de modo semelhante. Consomem as mesmas coisas. Comem fast food, compram as mesmas marcas, vestem-se da mesma forma (e isso é chamado tendência da moda). Devemos nos preocupar mais em readquirir nossa identidade há muito perdida e deixar de ser meros brinquedos de manipulação de grandes empresas, do governo e de qualquer um que represente alguma outra forma de domínio.

O link é de um ótimo blog.  Clique nele para assistir ao vídeo Logorama -->>    LOGORAMA

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Afinal, quem está se candidatando à presidência: Lula ou Dilma?

Algo peculiar está acontecendo nessas eleições de 2010. O que todos que têm um mínimo de poder observador  podem constatar é que, na verdade, está havendo uma dúvida em relação a quem é o real candidato à presidencia do Brasil. Dizem por ai que a campanha eleitoral é da Dilma, mas só o que vejo  é ser mostrado o atual presidente Lula, sua história e as realizações de seu governo. Por que não estão mostrando a história de vida da candidata Dilma? Qual a funcionalidade de relembrar a história de vida do atual presidente (que, aliás, todo mundo já está careca de saber) quando a campanha é de outra pessoa?

Ora, a realidade é que nos deparamos com algo não antes visto. Algo inédito na história do Brasil: Não se seguem mais ideologias, elas foram trocadas por uma pessoa - Lula. Se Lula apoiasse o candidato do PCO, ele, com certeza, ganharia. E isso é um estado crítico! É um estado limite no destino do Brasil. Será que ninguém percebe que, como eu mesma já disse, Lula e FHC são "irmãos gêmeos"? A sorte do atual presidente é que o cenário político e econômico externo esteve favorável na grande maioria de seu governo, o que impulsionou as exportações e alavancou o crescimento econômico do país. Antes do atentado às torres gêmeas, nos EUA, em setembro de 2001, a economia dos EUA estava indo de mal a pior(pois a economia desse país é sustentada, em grande parte, pela exportação de armas, que, em tempos de paz, são obsoletas) e, com isso, eles estavam importando menos e, consequentemente, o Brasil exportava menos. Após 2001, o combate ao terrorismo se tornou a máxima dos norte americanos e a exportação armamentícia voltou a crescer. O que aconteceu em 2002? O presidente Lula ganhou as eleições em um período fértil às exportações. O nosso grande comprador estava a todo vapor novamente!

Por que criticar tanto o governo FHC e elevar o governo Lula à condição de inigualável? Se ninguém se lembra, FHC teve que consertar os buracos de Collor e deu origem ao real. Aliás, real esse que o PT votou contra na época. Não estou aqui para elogiar o governo FHC, porque esse também não promoveu uma diminuição das desigualdades sociais no Brasil., mas para mostrar que Lula não é o salvador da pátria. Aliás, quem, no cenário político atual, pode ser denominado como tal? A maioria dos políticos estão atrelados a banqueiros, empresários e seus interesses. A maioria dos políticos não passam de fantoches na mão dos financiadores de campanha. Fazer o que? Essa é a realidade.

Em suma, o fenômeno "lula-mania" está cada vez mais impregnado na sociedade e chega até a ser perigoso quando levamos em consideração que uma pessoa tem o poder de manipular a opinião pública. Será que passar, no mínimo, 12 anos com um mesmo partido no poder é saudável para a democracia brasileira? E será que a candidata Dilma está mesmo preparada e possui a experiência e a diplomacia necessárias para exercer o cargo de presidente do Brasil? Só mesmo esperando para ver o desenrolar dessa novela política.
Ps: Que interessante será essas eleições... Principalmente agora que o Governo censurou comediantes a fazerem caricaturas de políticos.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Quer ganhar 1 ipad ou 100 livros?

Se você pudesse escolher, o que preferiria: um ipad ou 100 livros? É só clicar no link abaixo e participar da promoção que irá comtemplar 102 ganhadores!
O que você está esperando?

1 ipad ou 100 livros? No SKOOB você pode!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Doação de medula óssea - mais um jeito de salvar vidas.

Hoje o assunto é muito sério e precisa ser tratado com tal merecida seriedade. A doação de medula óssea ainda é um assunto pouco abordado tanto nas escolas quanto nos meios de comunicação. É muito importante que todos saibam a importância da disponibilidade de um doador de medula. Para ser um doador é muito fácil: Basta ir ao Hemocentro de seu estado, deixar um pouco de seu sangue para análise e preencher um simples cadastro. Muitas pessoas não tem coragem de se tornar doadoras pelo simples receio de que a doação da medula pode ser uma experiência dolorosa. Se esse é o problema, agora fique sabendo que não é mais. O transplante da medula é feito em um centro cirúrgico sob ação de anestesia, que dura, apenas, duas horas. É tudo muito simples! Você só será chamado a fazer a doação caso seja compatível com algum paciente que necessita. Infelizmente, as chances dessa compatibilidade ocorrer são muito pequena: em média, UMA EM CEM MIL! Basta ter entre 18 e 55 anos e você pode ser um doador. Os voluntários a doadores têm seus dados armazenados no REDOME, que é o registro nacional de doadores de medula óssea, instalado no Instituto nacional de câncer (INCA).

A doação da medula não causa nenhum malefício a quem doa, mas pode SALVAR UMA VIDA! E isso, para mim, já é motivo bastante. Não há preço que pague uma ajuda dada ou gestos de amor ao próximo.

De acordo com o INCRA, há hoje mais de 1 milhão e 400mil doadores de medula no Brasil e 12 milhões no mundo todo. Seja um doador de medula ósssea você também e ajude a espalhar esse exemplo que amor desinteressado ao próximo. Hoje, quem precisa é um estranho no hospital, amanhã (quem sabe o que o amanhã nos reserva, não é?!) pode ser você ou um familiar seu. Será que precisa que aconteça conosco para que haja uma conscientização? Pense nisso.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

A velha história do encontro da MPA com a MTA.

É muito triste ver o que acontece, fatalmente, quase todos os anos em algumas partes do Nordeste. A causa de tal fatalidade é exatamente o encontro da MPA com a MTA, entendeu?! não? Bem, vou explicar. A MPA é a massa polar atlântica e a MTA é a massa tropical atlântica. No inverno, elas se encontram no litoral nordestino e causam chuvas torrencias.  Não posso me lembrar dessas coisas de massas de ar que eu me lembro do meu professor fazendo poeminhas:
O encontro de uma massa fria com uma massa quente forma uma frente!

 Tenho que rir de sua rima geográfica... têm coisas que a gente não esquece. Entretanto, há algo que não é nem um pouco engraçado, mas que também é inesquecivel para aqueles que vivem a situação . A natureza está sendo cruel e deixando seus rastros de destruição pelo nordeste. Várias pessoas estão desabrigadas (em Branquinha, Alagoas, mais de 90% das casas e prédio públicos foram destruídos) e várias morreram. As cidades atingidas se transformaram em cidades fantasma. Mas é nessas horas difíceis que algo nos chama a atenção: A humanidade dos brasileiros. São muitas as pessoas dispostas a ajudar e a se doar em prol de um bem maior, que é levar um mínimo de conforto e de suprimento das necessidades básicas daqueles que foram atingidos. E desses brasileiros eu tenho orgulho: tanto pelo espírito de luta de uns como pela solidariedade de outros. Certo foi quem primeiro disse: Sou brasileiro e não desisto nunca! Também, se desistissem, coitados dos brasileirinhos... seriam espécie em extinção.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Pequeno desabafo

Por que as pessoas mentem? Uns dizem que às vezes é necessário, que não existe outra opção. Será mesmo?  A melhor coisa que existe é poder falar a verdade quando o mais sensato e mais cômodo a fazer é mentir. Mas na maioria das vezes, esse não é o caso. Na maioria das vezes, a mentira é ocasionada pelas coisas erradas feitas, pelos atos não muito louváveis.
E isso é uma pena.
Que bom seria se as pessoas tivessem a consciência trânquila e não precisassem de se esconder nas inverdades e nas omissões. O mundo seria o céu. O pior é saber que a maioria das mentiras são ditas para as pessoas amadas. O pior é saber que as mentiras são ditas pelas pessoas que esperamos o mínimo de respeito. Isso é o que dói mais.


"O mais importante da vida não é a situação em que estamos, mas a direção para a qual nos movemos." (Oliver Wendell Holmes)

sexta-feira, 4 de junho de 2010

A irresponsabilidade do vício

Hoje, algo, na verdade, bem comum me aconteceu. Um carro bateu na parte traseira do carro em que eu estava.  O maior problema, ao meu ver, não foi bem esse. O absurdo maior foi o que vi depois de ter saído do carro.
 O homem que causou o transtorno automobilístico citado estava com um cigarro entre os dedos.
A pessoa que quase tirou a minha coluna do eixo estava fumando ao invés de dirigir cuidadosamente.
O indivíduo que poderia ter causado um acidente maior estava entrgue ao  prazer do vício enquanto deveria estar prestando atenção no que ocorria em sua frente.

E isso me causou indigação.

As pessoas sabem que o cigarro faz mal à saúde e mesmo assim continuam entregues ao vício. Será que seria tão difícil assim esperar para fumar quando chegasse a seu emprego?! Meu Deus, era um trajeto de nem 10 minutos! Mas a inconsequencia humana é maior. A mesma irresponsábilidade que leva pessoas a dirgirem embriagadas e, com isso, a matar, muitas vezes, uma família inteira, leva um ser como aquele a fumar enquanto dirige. Coisas assim só me conduzem a um pensamento: O Brasil é o país da zona. Aqui, tudo acontece e poucos que merecem são punidos.
E por isso eu sinto vergonha.
Vergonha pelo meu país.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

domingo, 23 de maio de 2010

Breve reflexão

A vida tem mesmo as suas surpresas... quando menos se espera, ela te surpreende. Não irei falar muito do que me aconteceu, até porque, várias novas situações se mostraram a mim, mas gostaria de escrever os sentimentos que todas as transformações me causaram.

Primeiro a vida me conduziu ao inesperado. A faculdade de fonoaudiologia surgiu como uma surpresa, uma obrigação. Mesmo não sendo ainda o que eu almejo, não reclamo não. Como dizem por ai, Deus escreve certo por linhas tortas. Além disso, eu sempre fui meio diferente do resto da maioria das pessoas, então esse caminho também diferente para chegar ao meu sonho de ser médica não é tão difícil de entender assim. O que eu sempre tive e tenho em mente é a convicção de nunca desistir. São várias as pessoas que te empurram para baixo, que te dão maus conselhos e isso é fato certo. Já ouvi coisas do tipo "desista e se torne enfermeira". Nada contra as enfermeiras, que, alíás, são de uma importância imensa a qualquer hospital, mas meu objetivo é outro. Eu quero rodar o mundo, ajudar as pessoas, descobrir todos os mistérios do fabuloso corpo humano, sabe, uma verdadeira paixão não se renega. Uma verdadeira paixão nunca pode ser esquecida ou desdenhada. E é esse sentimento de paixão, de amor profundo, ou até de um certo possível desprendimento ao rumo normal da vida que me incentiva a ir em frente e a tentar mais uma vez e mais uma vez e mais uma vez. Não vejo outro destino para mim. Não vejo outro caminho a trilhar. Por mais que muitas pessoas possam duvidar de minha capacidade (inclusive eu mesma algumas vezes) e que me incentivem a olhar para os lados e ver outras oportunidades, eu, como qualquer outra pessoa apaixonada, só consigo enxergar o meu verdadeiro amor, a medicina. Aquele que verdadeiramente ama não sente necessidade de buscar outras fontes.

No fundo do meu coração, bem, na verdade, em toda a minha alma e resplandecendo em minha ações e convicções, eu tenho certeza de que conseguirei. Tenho certeza de que ao final do caminho estarei em frente à porta que me conzirá a realização do meu sonho. E é assim que todos devem pensar. É assim que deve ser.


Feliz aniversário para a minha pequena bagunçeira. Meu outro amor incondicional. Minha pequena vida.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Circo eleitoral

Acho engraçada essa história de ter que adequar a nossa vida em função de ano eleitoral. ENEM antes das eleições? Jamais. Já pensou se "vaza" novamente as provas? Como ficaria a nossa pré-candidata do PT? Aliás, ano elitoral é um circo aberto: Um político fica alfinetando o outro com propostas sem sentido concreto e histórias passadas vão sendo descavadas do poço da ignorância de muitos brasileiros. Na verdade, o que nós vemos não são escolhas entre os melhores candidatos, mas sim as maiores torcidas compradas por bens materiais ou por ideologias, muitas vezes, obsoletas, que só existem na teoria. Para que uma discussão tão exaltada para ver quem é melhor: Lula ou FHC? Ora, ninguém percebe que eles são irmãos gêmeos?! Ambos defendem uma ideologia, mas na prática fazem o contrário. Não estou dizendo que isso é ruim, na verdade, é ótimo para o país quando os governantes conseguem enxergar que nem sempre aquilo que se acredita é o correto. Eu sei que entendo pouco de política, mas aos poucos eu adquiro mais conhecimentos acerca dessa ciência. Aliás, esse é um dos maiores problemas do Brasil: A falta de conhecimento e de interesse dos jovens pela política. Mas, enfim, esse é um outro assunto.

quarta-feira, 31 de março de 2010

----Mundo moderno----

Despertador tocando.
Modo soneca.
Despertador tocando.
Desativar.
Vai tomar banho.
Vai comer.
Vai se vestir.
Vai escovar os dentes.
Pega a mochila.
Pega as chaves.
Abre a porta.
Fecha a porta.
Vai estudar.
Estuda.
Estuda.
Estuda.
Estuda.
Volta para casa.
Engole a comida.
Escova os dentes.
Se arruma.
Pega a bolsa.
Abre a porta.
Fecha a porta.
Pega o ônibus.
Vai estudar.
Estuda.
Estuda.
Estuda.
Estuda.
Pegua o ônibus (corre para não perder).
Chega em casa.
ufa...
Vai tomar banho.
Vai fazer o jantar.
Vai comer.
Vai lavar a louça.
Vai escovar os dentes.
Vai estudar.
Estuda.
Estuda.
Estuda.
Estuda.
Estuda.
Fica com sono.
Balança a cabeça.
Toma uma água.
E estuda.
Estuda.
Estuda.
Os olhos se fecham.
.
.
.
Boceja.
.
.
.
Precisa-se dormir...
.
.
.
Arruma a mochila.
Separa os materias.
Arruma a cama.
Coloca o pijama.
Apaga a luz.
Deita.
Lembra de pegar o lanche para o outro dia.
Acende a luz.
Pega o "lanche".
Apaga a luz.
Deita
Lembra de ligar o ventilador.
Acende a luz.
Liga o ventilador.
Deita.
Confere a direção do vento.
Ajeita o ventilador.
Deita.
Confere a direção do vento.
Balança a cabeça.
Levanta.
Apaga a luz.
Tropeça no ventilador.
Ai.
Deita.
.
.
.
Lembra-se de conferir o despertador.
Se cobre.
Fecha os olhos.
Reza.
Se perde no inconciente.


Ninguém merece essa vida moderna...
Mas qual é o melhor? morrer massacrado por uma sociedade que te exige demais ou morrer massacrado pela sociedade por não fazer nada de produtivo? É O PARADOXO DO MUNDO MODERNO.

O melhor é se massacrado e deixar algo para posteriormente ser lembrado. Pense nisso.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Brasil... mostra a tua cara!

Certas coisas nos deixam, simplesmente, boquiabertos. É claro que todos sabem que o Brasil é lugar de coisas bem, digamos, exóticas acontecerem. Hoje eu estava lendo algumas notícias e uma me chamoiu a atenção. Funcionárias de uma creche paulistana esqueceram uma criança dentro da sala de aula fechada. E esse não foi o mais impressionante... não... o pior de tudo é que a mãe irá deixar a criança permanecer na mesma creche!! O.o

Pode ser até um clichê, mas é por isso e por outras coisas que o país chamado Brasil não desenvolve por inteiro. As pessoas tem que aprender a lutar pelos seus direitos para conseguir ter bons atendimentos e serviços. A mãe do menino teria alegado que a criança permanecerá na mesma creche pois esse teria sido o primeiro problema em dois anos. Ah! Pelo amor de Deus! O correto seria não ter problema algum em ano nenhum! Mas bem... isso é Brasil.

Do jeito que as coisas andam, alguém poderia esquecer por uns bons anos alguns desses vários políticos ladrões disponíveis no mercado dentro de uma cadeia Brasil afora. Aposto que ninguém sentiria muita falta.

O link da notícia ^^.... http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI4301958-EI5030,00-Funcionarias+de+creche+esquecem+crianca+dentro+da+sala+em+SP.html



"Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados."( Mahatma Gandhi )


E para descontrair... ouvindo ignorance do Paramore.

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Saber viver

Às vezes, as coisas parecem sair fora do eixo normal. Na vida é assim: nem sempre os objetivos são cumpridos logo ou os sonhos se tornam realidade no momento em que se deseja. O importante é ter fé em algo, ou alguém, superior e ter consciência que o tempo terrestre é diferente do tempo celestial. Esse tempo celestial que ninguém entende..... Há coisas que acontecem na nossa vida que não têm explicação. Uma morte sem que nem porquê (mas era tão jovem! tão cheio de vida!), um assalto (por que logo eu?), passar mil e um anos prestando vetibular (por que tem que ser tão difícil! que pecado enorme é esse que estou pagando?!), morango ser eliminada do BBB 10 e dourado continuar (meu pai! aquele homem é um cavalo de ignorante!).

Enfim, são exemplos.

O jeito é continuar vivendo. Mesmo diante a todas as provações da vida, o melhor que continuar vivendo. Não adianta se lamentar, se justificar, se apiedar. A vida é como ela é: fácil para alguns e difícil para outros. Afinal, o que se pode fazer?! Se acaso fraquejamos, se tropeçamos no longo caminho, não há outra opção válida além de seguir em frente. Apiedar-se de si mesmo é a sua carta de fracasso existencial. A palavra de honra é lutar. Lutar sempre, até conseguir. Eu sei que às vezes eu posso não seguir os meus próprios pensamentos de perseverança, mas eu logo tomo as rédeas da minha vida de volta e corro atrás do tempo perdido. Não pode haver desânimo, não pode haver embarraço, mas somente garra. A sua garra e o tamanho dos seus sonhos sinalizam o que você será. Sempre siga em frente e não desista daquilo que se almeja tanto. Eu não desistirei.


"Os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e tempestades. "( Epicuro )

Continue navegando!! ; )

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Minha relação com as palavras

Às vezes as palavras me “pegam” desprevenida. Elas vêm quando menos espero, afoitas para serem escritas e para ficarem marcadas no papel. Tem horas que eu as chamo, mas nenhuma vem. Hoje, concluo que elas são um pouco temperamentais. As palavras pedem atenção e carinho e, colocando um pouco de amor, elas saem doces como mel. Mas uma coisa tenho em mente: quando as palavras aparecem, você tem que mostrar amizade, humildade e deixá-las sem vergonha para vir naturalmente. Eu e as palavras somos uma só, caminhamos lado a lado. Há momentos em que eu fico com preguiça de escrevê-las, mas elas me carregam e me ajudam a chegar ao fim. A nossa relação é um caso de amor profundo e não há nada no mundo que possa se igualar. Com as palavras tenho liberdade para escolher o que quero fazer. Posso escrever um texto, um poema ou uma canção. Seja o que for elas me apóiam e mostram fidelidade, por esse motivo não posso viver sem elas. Sempre estou com um lápis e um papel por perto caso elas queiram aparecer para brincar um pouco. Afinal, além de tudo, as palavras adoram se divertir. Fazem jogos, se fantasiam de outros significados e brincam de se esconder atrás de pronomes. A vida com as palavras é uma brincadeira sem fim e uma coisa é certa: delas não posso me esquecer, pois cedo ou tarde elas vêm atrás de mim.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Um pouco de Janis


Hoje eu tomei conhecimento de uma música que traduz quase que perfeitamente as faces do meu coração. Ela chama-se Work me Lord, DE Janis Joplin. Janis foi uma cantora e compositora estadunidense dos anos 60. A jovem cantora interpretava um tipo de blues-rock ou algo parecido. Sua voz é marcante e suas composições falam com o nosso coração de um modo muito peculiar. Janis, realmente, canta com a sua alma. Infelizmente, morreu ainda muito jovem, com apenas 27 anos, devido a uma overdose de heroína. Ela chegou a vir ao Brasil com o intuito de se livrar do vício, mas sua tentativa foi frustrada. A minha música inpiradora desse post vem logo abaixo.

"Work Me, Lord"

Work me Lord, work me Lord.
Trabalhe em mim Senhor, trabalhe em mim Senhor.
Please don’t you leave me,
Por favor, não me deixe
I feel so useless down here
Me sinto tão inútil aqui embaixo
With no one to love
Sem ninguém pra amar
Though I’ve looked everywhere
Embora tenha procurado em todos os lugares
And I can’t find me anybody to love
E eu não consigo encontrar alguém pra amar
To feel my care.
Pra sentir o meu cuidado

So work me Lord, use me Lord,
Trabalhe em mim, senhor, use-me
Don’t you know how hard it is
Não sabe o quanto é difícil
Trying to live all alone.
Tentar viver totalmente sozinho
Every day I keep trying to move foward
Todo dia eu tento ir pra frente
But something is driving me back,
Mas alguma coisa me empurra pra trás
Honey, something’s trying to hold on me
Querido, alguma coisa está tentando me segurar
To my way of life.
Do meu jeito de viver.

So don’t you forget me down here, Lord
Então não se esqueça de mim aqui em baixo, Senhor

No, no, no, no, no, no, no, no
Não, não, não, não, não, não, não, não
Ah, don’t you forget me, Lord.
Ah, não me esqueça Senhor.
Well I don’t think I’m any very special kind of person down here
Bem, eu não acho que eu sou nenhum tipo de pessoa especial aqui embaixo
I know better
Eu sei bem
But I don’t think you’re gonna find anybody
Mas eu não acho que você irá encontrar alguém
Not anybody who could say that they tried like i tried
Qualquer um que possa dizer que eles tentaram como eu tentei
The worst you can say all about me
O pior que você pode dizer sobre mim
Is that I’m never satisfied.
É que eu nunca estou satisfeita.

oh, oh, work me Lord, use me Lord
oh, oh, trabalhe em mim Senhor usa-me Senhor


Please, honey, don’t you leave me,
Por favor, querido, não me deixe,
I feel so useless down here.
Eu me sinto tão inútil aqui embaixo.
I can’t find me anybody to love me
Eu não consigo encontrar alguém para me amar
And I’ve looked around,
E eu olhei ao redor,
I’ve looked everywhere, everywhere
Eu olhei em toda parte, em qualquer lugar
And I can’t find me anyone to love
E eu não consigo encontrar alguém para amar
To feel my care.
Para sentir o meu cuidado.

So honey don’t you go and leave me, Lord
Então meu querido não vá e me deixe, Senhor
No, no, no, no, no, no, no, no,
Não, não, não, não, não, não, não, não,
Honey, don’t you go off and leave me, Lord
Querido, não saia e me deixe, Senhor.
Can’t I show you how hard it is
Eu não posso mostrar-lhe como isso é difícil
Trying to live when you’re all alone
Tentar viver quando você está completamente sozinho.
Everyday I keep pushing,
Todos os dias eu continuo empurrando,
Keep trying to move forward
Continuo tentando avançar
But something is driving me, back
Mas algo está me trazendo de volta

And something’s trying to hold on to me
E alguma coisa está tentando me segurar,
To my way of life, why.
Do meu jeito de viver, porquê.

Oh please, please, oh don’t you go and forget me down here, don't forget me, Lord
Oh por favor, por favor, oh não vá e me esqueça aqui embaixo, não me esqueça, Senhor.
I think that maybe you can ease me,
Eu acho que talvez você possa me acalmar,
Maybe I can help you, said
Talvez eu possa ajudá-lo, ei
Oh please, please, don’t you go and leave me, Lord
Oh, por favor, por favor, não vá e me deixe, Senhor
No, no, no, no, no, no, no, please
Não, não, não, não, não, não, não, ei, por favor,
please, don’t you leave me, Lord.
por favor, não me deixe, Senhor.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

As faces do sucesso


Hoje eu estava lendo alguns textos na internet e acabei esbarrando em algo que me chamou atenção. Não que eu não tenha reparado antes, mas hoje eu olhei com outros olhos, olhei com mais criticidade. Afinal, com o passar do tempo só pode acontecer duas coisas: ou você se torna menos criterioso ou se torna mais crítico. Eu, particularmente, me enquadro na segunda opção.

Bem, sem mais rodeios, os textos a que me refiro são aqueles que "denunciam" as celebridades quando estão sem maquiagem. Eu acho meio estranha a comparação que esses jornalistas e escritores de periodicos fazem. Eles usam fotos de quando matusalém era bebê, com as celebridades falando, enrugando o cenho ou com o cabelo todo desfigurado pelo vento e comparam com imagens de fotoshop em que as famosas estão super bronzeadas e arrumadas. Tudo bem que a ideia deve ser a de desmitificar as musas hollywoodianas como sendo seres perfeitos e inigualáveis, mas as comparações são, realmente, terríveis. É lógico que as nossas celebridades preferidas têm os seus defeitinhos... aquelas manchinhas faciais, espinhas, olheiras.... Mas, vamos lá, quem não tem, que a tire a primeira pedra!

"Para o cinema tudo se torna uma imensa natureza-morta, até os sentimentos dos outros são qualquer coisa de que se pode dispor."
( Federico Fellini )

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Introdução


Nas últimas horas fiquei pensando na utilidade de ter um blog. Não faço a mínima ideia de como começar ou de o que vou escrever, mas, enfim, como eu gosto mesmo de colocar palavras no papel(ou, nesse caso, no mundo virtual para todo mundo ler), eu decidi que seria um boa ideia fazer um blog. Tudo bem que a minha vida atual não disponibiliza muito tempo para isso, mas sempre pode se dar um jeito nas coisas. A ideia central seria expor, de alguma forma, os meus sentimentos e alguns dos meus pensamentos. Não sei se eles são interessantes para compor um blog, mas bem, só tentando para saber. Será quase impossível eu escrever textos sem mencionar as minhas preferências, isso eu sei. Por isso, seria legal se eu me apresentasse de alguma forma. Eu sou uma menina que gosta muito de ler. Essa é uma das minhas principais características. Outra coisa de que gosto demais é de música. Toco violão e mando um pouquinho bem na guitarra. Minha preferência pelo rock e por músicas antigas é nítida, mas também gosto muito de the corrs (banda pop celta) e de música clássica, como as composições de Debussy (meu queridinho), por exemplo. Tento ser uma escritora. Gosto muito de escrever poesias e de compor canções. A pintura em tela também é uma das minhas paixões. Acho melhor parar de falar de mim... Além do já escrito, há muito mais... afinal, o ser humano é cheio de caminhos e de mistérios, mas vou parar por aqui. O ano tem muitos dias..................

"Usamos os espelhos para ver o rosto e a arte para ver a alma."
( George Bernard Shaw )